h1

50 maiores jogos de todos os tempos

maio 11, 2010

O Guinness Book fez uma votação online para determinar a maior franquia de jogos de todos os tempos ao invés de consultar jornalistas e produtores da área como de costume. O resultado é como se segue.

1. Halo
2. Call of Duty
3. The Legend of Zelda
4. Guitar Hero
5. Metal Gear
6. Super Mario Bros.
7. World of Warcraft
8. Gears of War
9. Super Smash Bros.
10. Grand Theft Auto
11. Pokemon
12. Resident Evil
13. Fallout
14. Half-Life
15. Sonic the Hedgehog
16. Counter-Strike
17. Runescape
18. FIFA
19. Kingdom Hearts
20. Final Fantasy
21. Pac-Man
22. Madden NFL
23. The Sims
24. Tomb Raider
25. WWE Smackdown vs. RAW
26. Rock Band
27. LittleBigPlanet
28. Saints Row
29. The Elder Scrolls
30. God of War
31. GoldenEye 007
32. BioShock
33. KillZone
34. Skate
35. Left 4 Dead
36. Need for Speed
37. Chrono Trigger
38. Gran Turismo
39. StarCraft
40. Ratchet & Clank
41. Pong
42. Tom Clancy’s
43. Star Wars: Battlefront
44. Battlefield
45. Diablo
46. Lego Batman
47. Mario Kart
48. Burnout
49. Crash Bandicoot
50. Pro Evolution Soccer

Apesar de ter alguns resultados esperados, outros foram bem curiosos. Primeiro o fato de Mario ter tido toda a sua franquia desmembrada (Mario Kart estava em primeira posição no resultado de 2009), outra é possuindo jogos completamente inesperados em sua pesquisa como o Lego Batman e por último possuir posições no mínimo…. contraditorias. Basta ver o Kingdom Hearts uma posição acima do Final Fantasy.

Os três primeiros foram o Zelda que sempre marca presença, o Call of Duty que ainda está fazendo um sucesso absurdo e o Halo… que que ele ta fazendo ai? Ele é um bom jogo, mas ta longe de ser considerado a melhor franquia de todas.

Enfim, esse tipo de pesquisa nunca foi muito precisa.

h1

Comerciais brasileiros da Nintendo

março 7, 2010

É dito por ai que hoje em dia existe uma quantidade maior de propaganda direcionada ao público infantil graças a uma série de fatores, como o avanço das TVs por assinatura. Graças a isso uma quantidade de produtos enormes tem sido empurrados goela abaixo delas, como bonecas, comidas e video-games.

Mas a verdade é que nós nerds old schoolers também tivemos alguns comerciais, pricipalmente da nintendo que tinha um foco muito grande no Brasil. Aqui vai alguns pra refrescar a memória ou até mesmo pra conhecer.


Clique aqui para continuar lendo.

h1

Segurança Nacional

fevereiro 19, 2010

Com um elenco de grande calibre e com o gasto de 5 milhões em produção, será esse o James Bond dos cinemas brasileiros ou será um fracasso de proporções gigantescas? Sei lá, só sei que eu quero ver isso daí.

h1

Tetris de bêbado

janeiro 24, 2010

http://firstpersontetris.com/

Nota: Não recomendado pra quem sofre de vertigem ou acabou de fazer uma refeição.

Agradecimentos a Foxdh por ter me mostrado e a Responser por me lembrar que essa loucura existe.

h1

Velhos clichês que (ainda) dão certo.

janeiro 13, 2010

Depois de várias sessões que consumiram o seu final de semana a sua campanha finalmente está completamente estagnada, deixando os seus jogadores para fazer o que eles fazem de melhor quando não tem um objetivo definido: Matar e pilhar, enquanto você agoniza em uma calmaria criativa.

Então, já que está tudo perdido mesmo, por que não apelar para os velhos clichês que todo mestre de RPG já usou extensivamente? Mesmo que você não tenha nada em mente para continuar a sua campanha, ao menos você tem algo para não deixar os seus jogadores parados. Ou ao menos manter a mesa mais organizada e fluindo (mesmo que você não faça a menor idéia para onde ela vai parar).

Taverna

“Tem uns bardos novos na cidade, dizem que eles são muito bons.”

Sem sombra de dúvida, o maior clichê da história do RPG é disparado a taverna, e tudo indica que ele irá no primeiro lugar por um looongo tempo. Por ser um local de grande retenção de informações e NPCs (todo mundo vai em um bar, e em certos vilarejos não existem mais de um), a taverna é sempre o primeiro local em que os PJs vão assim que chegam em um acampamento ou em uma metrópole extra-planar.

As utilidades de uma taverna para o mestre são inúmeras, estatísticas não oficiais (vulgo chute) apontam que 80% dos mestres de RPG começam as suas aventuras em uma taverna. Além de servir de um ótimo local para se fazer um grupo, não há nada que dê uma sensação de união melhor que escapar de uma peleja dentro de um boteco. A taverna ainda é o pavio para colocar qualquer aventureiro nos trilhos de uma campanha, seja com o velho louco com um mapa de uma masmorra que ninguém acredita que seja verdade até o mensageiro de um mago que abre a porta e anuncia uma possível empreitada lucrativa a plenos pulmões (quem já jogou First Quest pode se sentir meio nostálgico).

Donzela em perigo

“Um, guitar. What kind of hero were you looking for?”

Além de dinheiro, magia, influencia e poder, existe um tipo de recompensa que todo aventureiro está atrás: raparigas. Não importa quão poderoso seja o PJ e quão idiota seja a aventura, eles sempre vão atrás do covil dos gnolls que raptaram a filha do fazendeiro que não tem uma peça de cobra na sua carteira mesmo que o grupo seja todo chaotic evil e seja somente uma donzela para um grupo de seis bárbaros necessitados.

Essa tática não costuma funcionar em todos os grupos que você encontrar, principalmente se ele tiver um número expressivo de mulheres na mesa, mas em alguns são verdadeiros trunfos, fazendo guerreiros de níveis épicos se contentarem com as tarefas mais banais possíveis (ou não) e sem nenhuma recompensa expressiva à mostra além da aldeã ou da princesa. Além de que sempre é possível fazer os jogadores caírem em uma armadilha estúpida usando este artificio, quantas donzelas na verdade não eram sucubus, ou coisa pior, querendo colocar os heróis em um campo de batalha desfavorável?

Caminhos separados

“Vocês vão seguir a trilha da floresta da morte certa sugadora de almas ou da planície espectral aniquiladora from hell?”

Quantas vezes você já deixou os jogadores terem de fato uma opção sobre o futuro deles ao invés de ficarem seguindo uma campanha tão linear quanto o Final Fantasy XIII (lá vem tomate)? Vários mestres tem o hábito de decidirem um caminho para a sua campanha e deixar que os jogadores a sigam sem opção de agirem de outra forma, o que acaba dando a impressão que os PJs não possuem nenhuma influência no mundo.

O maior sub-clichê é o bom e velho “Vocês podem pegar a trilha rápida pela floresta ou a lenta pela planície”, e possível usá-lo tanto na sua forma nua e crua como apelar para rios, estradas perigosas, passagens subterrâneas e até mesmo arriscar um teleporte com destino duvidoso. Além da manjada “seleção de curso” os PJs ainda podem ficar em dilemas como “mato esse espião mesmo podendo usa-lo em uma barganha?” ou “Devo escolher a armadura blindada ou a espada incandescente?”, e se seus jogadores não se tocarem dessas opções, digamos, mais abstratas é só você falar na cara deles de forma bem simples e inocente, como um irmão mais velho dando uma dica. O que é mais incrível disso tudo é que você consegue manter a sua campanha na linha e ainda te da mais meia-hora enquanto eles decidem o que fazer pra você ir preparando o resto do jogo.

h1

Os 100 maiores videos da internet e os 100 maiores da internet brasileira

dezembro 30, 2009

Antes de tudo, desculpa com essa história de “100 maiores da internet brasileira”, já que, em teoria, a internet é algo sem nação.

Bom, já que todo mundo ta fazendo retrospectiva e tudo mais, eu resolvi roubas a coletânea de alguém dividir com meus amigos nerds um conjunto com os 100 maiores videos da internet, e os 100 maiores videos mais difundidos em territorio nacional.

E então, quanto tempo você tem gasto no youtube?

Feliz ano novo pra vocês, bando de desocupados.

h1

Wolfram Alpha

dezembro 28, 2009

Depois de fazer aquela questão enorme de integral e ver no final que não bateu no gabarito, qual a sua segunda ação depois de se desesperar? Refaze-la? Ou talvez você precise de uma informação rápida e precisa da expectativa de vida da Bulgária ou até mesmo saber onde algum figurão nasceu.

Se você tem esses problemas, não se desespere! O sistema de “busca de respostas” Wolfram Alpha consegue te dar todas as repostas que você precisa à distância de um click. O maior destaque (pelo menos pra quem trabalha com matemática) é a capacidade de fazer contas complexas e ainda entregar o resultado detalhado e mostrando como se chegou nele.

Além de servir como uma calculadora, ele ainda conta com vários dados sobre os mais diversos assuntos como química, medicina, geografia ou músicas.

Utilizar o site é totalmente  gratuito para uso pessoal, vale a pena dar uma conferida se você é mais um viciado em wikipedia.

http://www.wolframalpha.com/